Fotografia, adrenalina e noites sem dormir - não necessariamente nessa ordem. Um dia na companhia do aluno de cinema André Prata

“FAAP prepara os alunos para serem autores. Ela nos ajuda a construir um olhar crítico, para tentar fazer algo diferente do que estamos acostumados a ver no audiovisual”. É assim que André Prata define o diferencial do curso de Cinema. Aos 23 anos, ele já vive a rotina sem rotina dos sets de filmagens, mas se esforça para não deixar as horas de lazer escaparem dos seus dias. A seguir, 24 horas, e um pouquinho mais, na vida do André.

03:00  CHECAGEM DE EQUIPAMENTO

 

“Trabalho de vídeo-assist em filmes de publicidade. Nos dias de filmagem, a equipe de câmera é responsável por checar todos os equipamentos na locadora para ver se estamos levando todo o material necessário.”

07:00 SET DE FILMAGEM

 

“Gosto quando as filmagens são ao ar livre, apesar de serem mais trabalhosas – já que é difícil controlar a luz, os barulhos externos e tal. Mas como pratico escalada e surf, gosto de estar em contato com a natureza.”

15:00 LUZ, CAMÊRA, AÇÃO 

 

“Sou diretor de fotografia do meu TCC, um curta de ficção filmado na favela Monte Azul, na zona sul de São Paulo. Vamos envolver a comunidade na equipe e também organizar workshops, palestras e produzir uns clipes pra galera de lá.”

09:00 NA PRAÇA DO SOL

 

“Reunião dos estudantes de vários cursos da FAAP para discutirmos temas como representatividade entre os alunos.”

13:00 PAUSA PARA O ALMOÇO 

 

“Adoro cozinhar. Minha família é italiana, então os pratos de pasta são meus favoritos.”

23:00 HORA DO SHOW

 

“O show do Roger Waters me marcou muito. É um verdadeiro espetáculo tecnológico e que também trata de assuntos além da música, como a questão dos direitos humanos. Foi incrível.”

13:00 ADRENALINA

 

“Minha namorada fez uma surpresa e me levou vendado para saltar de paraquedas. Foi animal! Não vejo a hora de pular de novo.”