Os projetos feitos em sala de aula ganham vida com o técnico da oficina de metal

Há 11 anos, os trabalhos dos alunos de arquitetura, design e artes visuais recebem os toques de Ronaldo André da Silva. O técnico especializado trabalha na oficina de metal da FAAP, no prédio 1. Em suas mãos, os projetos iniciados em sala de aula são colocados em prática no laboratório experimental, onde diariamente ele apresenta técnicas de corte e desenvolvimento de metais para os alunos.

Além do curso técnico em metalurgia, que concluiu em 2002, ele expandiu seus conhecimentos com uma bolsa integral que ganhou da FAAP para fazer o curso de Design. “Foi algo que agregou muito à minha carreira, porque mudou minha forma de pensar, abordar e executar a minha função.” Na época, teve seu trabalho de conclusão de curso orientado pelo professor Milton Francisco Junior, que lhe deu apoio e dicas. “Como técnico, levo soluções para problemas. No curso, aprendi a pensar fora da caixa, desenvolvendo novas possibilidades na hora de criar.” Por assistir às mesmas aulas dos outros alunos, ele conseguiu entender melhor quais as dúvidas e necessidades mais frequentes dos estudantes. “Cada aluno tem um tipo de talento, que pode ser desenvolvido com as orientações. Posso, por exemplo, sugerir melhores materiais e acabamentos”, diz. Entre todos os projetos que passaram pela oficina, o que mais o marcou foi uma moto de arame em escala real. “Os alunos eram muito engajados e se empolgaram com o resultado. O mais legal da minha função é também aprender com eles.”