Estudante de Engenharia Civil, Munir Bahjat Ayache usou o seu projeto de TCC para pensar em soluções para o transporte público de São Paulo

Os problemas do transporte público e o desejo de ver uma metrópole mais eficiente fizeram Munir Bahjat Ayache, 23 anos, buscar soluções em seu projeto de TCC: identificar qual modal seria o ideal para as crescentes e urgentes demandas urbanas. Para isso, ele usou a zona leste, área de maior concentração populacional de São Paulo e onde vivencia de perto a dificuldade e a insatisfação da população, como case para mostrar os benefícios que uma rede de Bus Rapid Transit, o BRT, traria para a cidade. “O sistema tem infraestrutura simples com características muito semelhantes a um metrô, como acessibilidade universal e via separada de outro tipo de veículos. Também têm a manutenção mais barata do que qualquer outro sistema, porque o Brasil é um dos maiores fabricantes de ônibus do mundo”, explica Munir. “Além disso, o sistema BRT foi criado em Curitiba, então temos todo o conhecimento necessário para aplicá-lo em outros locais.”

Para o professor e orientador Marcus Vinícius Lemos Ignácio, o ex-aluno se destaca por ir além da releitura de uma questão já explorada. “A gente sempre pensa no TCC como algo que traga uma contribuição, algo inovador. O fato de ele ter proposto uma rede de BRT para a zona leste torna o trabalho diferenciado. Ele se aprofundou nas questões de mobilidade e apresentou uma solução para o problema”, diz. O trunfo do TCC, segundo Munir, é a universalidade do projeto. “O trânsito é algo que todo mundo enfrenta diariamente, até quem não anda de ônibus, porque o sistema interfere no tráfego geral”, analisa. Agora, o ex-aluno pensa em dar um passo ainda mais efetivo: apresentar o projeto ao prefeito João Doria. “Vou ver os trâmites com a Secretaria de Transportes para tentar tirar esse projeto do papel.” Além disso, ele pretende publicar artigos, em coautoria com o orientador do TCC, e apresentar sua ideia em feiras nacionais e internacionais. O professor Marcus Vinícius endossa seus planos: “Seu trabalho foi muito bem estruturado. É uma solução real que ele propõe. Pode trazer muitos frutos”.

Mapa elaborado por Munir propõe corredores mais eficientes, além de interligações à rede metroferroviária e ao serviço de ônibus