Semana do colégio FAAP traz atividades que vão de gincana de conhecimento a show de talentos

Durante uma semana, o Colégio FAAP de São Paulo se divide em quatro bandeiras: laranja, azul, pink e verde. Alunos e professores vestem as cores de suas equipes e participam de uma programação totalmente diferente da grade curricular tradicional. Em vez das aulas de química, história e biologia, os grupos se enfrentam em atividades como show de talentos, gincana de conhecimento e competições diversas, que vão de futebol e pintura a skate e xadrez. “Temos na cabeça que o aluno só aprende em um ambiente de felicidade”, explica o diretor Henrique Vailati Neto. Criada ha cinco anos, a Semana do Colégio promove a integração entre alunos de todas as séries. “Eles aprendem a trabalhar em equipe e se colocam no lugar do outro. É legal observar como, a cada ano, a independência e o envolvimento dos estudantes aumenta”, conta o professor de Física Agnaldo dos Santos, que também é apresentador do evento. O resultado é sempre surpreendente. Alunos que nunca se imaginaram cantando ou dançando sobem no palco e dão show. “O talento de cada um aparece com clareza. É um momento muito bonito e que contribui para o crescimento pessoal e do grupo”, diz a professora de Língua Portuguesa e Literatura Sandra Raposo. Além das provas, os estudantes também são avaliados pelo seu entusiasmo, respeito, ética e cidadania. “É um grande aprendizado para esses meninos cultivarem esse clima de harmonia, convivência e cordialidade”, finaliza o diretor.

A ESTREANTE

“Esta foi a minha primeira Semana do Colégio e o evento superou minhas expectativas. Como as classes se misturam, fiz novas amizades, me aproximei de pessoas de outros anos e até dos professores que fazem parte das equipes, como se fossem alunos.”

Maria Regina Tahan, 16 anos, 1o ano do ensino médio

A ESPORTISTA

“A Semana do Colégio dá a chance de as pessoas mostrarem quem elas são. É o momento em que a gente se sente encorajada para revelar nosso outro lado, aquele que nas aulas de física ou biologia não aparecem.”

Nayara Efromivich, 18 anos, 3o ano do ensino médio

O CAPITÃO

“A gente aprende ferramentas que um dia vai usar no trabalho, como autonomia e gestão de pessoas. Este ano, fui o capitão da minha bandeira e tive muitas responsabilidades, desde ouvir cada um do grupo até administrar o dinheiro arrecadado. No fim, a equipe foi campeã.”

Roberto Delhome, 18 anos, 3o ano do ensino médio

O ARTISTA

“O que mais me marcou no evento foi o senso de liderança que contamina todo mundo. A gente trabalha muito, ensaia até de noite e supera nossas vergonhas. Nunca pensei em subir em um palco para cantar na frente de todo mundo. E eu consegui”

José Meirelles, 16 anos, 1o ano do ensino médio

Um dos estudantes faz um cover de Elvis

Primeira edição do Campeonato de skate

Corrida de carros na Praça do Sol

Final do tênis de mesa


PROJETO DA CAPA

Estamparia

A estampa que ilustra estas páginas foi feita à mão pela aluna de Desenho Industrial Maria Eugênia Antunes de Souza, 21 anos, vencedora do concurso da Scarf Me, rede especializada em lenços e pashminas, realizado em parceria com a FAAP. Estudantes de Moda e Design Gráfico da Fundação desenvolveram três estampas de lenços para a marca e foram julgados pela criatividade, originalidade e storyboard. Como prêmio pela conquista, Maria Eugênia teve sua coleção vendida nas lojas da Scarf Me pelo Brasil. “Depois do concurso, me animei a trabalhar com isso e hoje faço estampas para marcas do Rio de Janeiro e de São Paulo”, conta a aluna, que cursa o oitavo semestre da faculdade.