Aluna de Direito, Isabel Loureiro cresceu em uma família de juristas e elege os três profissionais inspiradores da área

Aluna do 7o semestre do curso de Direito, Isabel Loureiro vem de uma família de juristas, o que explica a sua paixão pela profissão. “Sempre me interessei muito pelo Direito. Meus familiares contavam histórias e eu sonhava em fazer parte daquilo”, lembra. Aos 22 anos, ela aponta o corpo docente do curso como um dos diferenciais da FAAP. “Somos instruídos e ensinados a termos pensamento crítico e a criarmos a nossa própria opinião.” A coordenadora pedagógica Náila Nucci, de quem é monitora na disciplina de Processo Penal, é uma de suas inspirações na carreira. Veja quem são os outros profissionais que Isabel admira.

JOSÉ EDUARDO LOUREIRO “Meu avô morreu em 2010, mas deixou lições que carrego até hoje, como o amor pela profissão. Ele presidiu a OAB de São Paulo, de 1985 a 1987, anterior a Constituição de 1988. Uma de suas declarações mais famosas foi a de que o presidente da Ordem não era uma pessoa diferente, era um advogado como qualquer outro, que estava ocupando apenas um cargo. Isso define bem a simplicidade dele durante a carreira.”
JOAQUIM BARBOSA “Apesar de sua postura, considerada um pouco ríspida, o admiro pela ética com que conduziu o processo do Mensalão. Independente de quem o havia indicado para o cargo que ocupava, um dos mais importantes do país, ele deu continuidade à investigação e fez com que os responsáveis respondessem pelos crimes que haviam cometido.”
SÉRGIO MORO “É um juiz federal de primeira instância, que não se deixou intimidar pelos rumos que a investigação tomou e passou a investigar grandes figuras do cenário político e econômico brasileiro. Ele me inspira pela coragem e seriedade de seus atos.”