Primeira empresa Júnior do Brasil, a Jr. FAAP oferece a grandes marcas um serviço de consultoria de excelência e prepara os alunos para o mercado de trabalho

A palavra de ordem é interdisciplinaridade. Foi com essa ideia que a Jr. FAAP Consulting, considerada a primeira empresa júnior do Brasil, nasceu, em 1989. E é assim que ela se mantém até hoje: com a proposta de reunir alunos de todas as faculdades para trabalharem juntos. “Cada um traz o seu conhecimento e eles trocam e aprendem uns com os outros”, explica Fernando Yarussi, professor da Faculdade de Administração e um dos orientadores do projeto.

“Apesar de ser uma empresa pequena, a Jr. reproduz as atividades e a rotina encaradas por qualquer empreendedor. Além de atender clientes, fazer propostas e orçamentos, e se relacionar com o mercado, os alunos têm que exercer o papel de líder diante dos colegas, o que é um desafio muito grande quando se é estudante”, diz.

Na época em que era aluno, ele chegou a presidir a empresa – cargo hoje ocupado pela aluna de Relações Públicas Fernanda Lauand, 20. “Estou adorando resolver questões das áreas administrativa e financeira, apesar de estudar comunicação. O fato de poder atuar em outras frentes acrescenta muito, porque aprendo habilidades com as quais não teria contato nas aulas”, diz. Esse é também o caso da aluna Anna Beatriz Mauro, 19, que ocupa o cargo de diretora de marketing e estuda Administração. “Entrei na Jr. justamente para ganhar experiência e me sentir preparada para mudar de área caso apareça uma boa oportunidade”, conta.

No dia a dia, a equipe desenvolve trabalhos nas áreas de administração, marketing, criação e projetos, e tem, entre seus clientes, marcas como Red Bull – para a qual já fizeram serviços como pesquisa de mercado, criação de conteúdo e divulgação do produto.

O contato próximo com a área profissional é justamente um dos atrativos para os alunos entrarem na empresa. E a experiência acaba dando resultado. “A Jr. dá uma bagagem muito boa. É um primeiro contato com o mundo profissional interessante. Foi um diferencial na hora de ser contratado como estagiário da Mercedes-Benz”, conta o aluno de Administração Matheus Schlatter, que atuou na empresa em 2016.

Cabe mais um — Entenda como funciona o processo seletivo para entrar na Jr. FAAP Consulting

As inscrições para o processo seletivo se dão pelo site www.faap.br e acontecem no começo de cada semestre, em fevereiro e agosto. Todo aluno da FAAP pode participar. O processo seletivo tem três etapas:

1. A primeira é uma dinâmica de grupo na qual os alunos falam um pouco de si e levam um objeto que os represente. A presidente Fernanda Lauand, por exemplo, apaixonada por carros e itens clássicos, levou a miniatura de um Porsche lançado em 1974.

2. Na segunda, eles são apresentados a um case e têm que resolvê-lo.

3. Na terceira e última fase, os alunos passam por uma entrevista individual com a presidente da Jr. FAAP e três diretores.

Destaques

“Temos a oportunidade de aplicar conteúdos aprendidos em aula, lidar com clientes e nos envolver com outras áreas. A empresa também me proporcionou novas amizades e ampliou meu networking.” Gabriella Castro, diretora de relações públicas da Jr. FAAP

“Como a Jr. FAAP funciona dentro da faculdade, é uma chance que o estudante tem de se preparar para o mercado de trabalho no futuro. E o melhor: o aluno não precisa de experiência profissional anterior para poder participar. A gente aprende aqui dentro.” Bruno Choe, diretor administrativo da Jr. FAAP