A estilista, que começou ainda na FAAP a marca que leva seu nome, lembra como o apoio dos colegas e as conexões feitas na faculdade foram importantes para sua trajetória

Quem vê Lilly Sarti na lista dos nomes mais pedidos da moda nacional entre as fashionistas não imagina que, quando entrou na faculdade, em 2003, a paulistana passou longe dos croquis, das tesouras e dos tecidos. A paixão por fazer roupas e buscar novos estilos já existia, mas uma recomendação da mãe a levou a escolher o curso de Relações Internacionais. “O curso tem muito de economia e o meu lado criativo já estava em desenvolvimento. Também foi importante porque não adianta a gente criar peças lindas se o negócio não se sustentar financeiramente. Entender o todo é maravilhoso”, explica. As produções criadas pela hoje estilista já eram sucesso na época de FAAP – as colegas viviam pedindo que ela desenhasse saias, calças e outros looks. Até que Manuela Elias, grande amiga e colega de sala, incentivou Lilly a fazer seu primeiro desfile. Para isso, claro, precisaria existir uma marca que batizasse a coleção. “Sou superligada em numerologia e foi ótimo descobrir que o meu nome tinha a quantidade certa de letras para dar certo”, lembra, rindo.

O primeiro desfile da marca Lilly Sarti aconteceu em 2006 – ainda durante a faculdade –, na casa de Manuela e foi um sucesso: menos de cinco meses depois da apresentação, as peças já estavam disponíveis na Daslu. “O foco sempre foi fazer roupas de bom gosto que vão do trabalho à festa sem esforço, entendendo o gosto dessa mulher contemporânea que sou eu, minhas amigas e as pessoas com quem eu sempre convivi”, reforça Lilly. De lá para cá, a marca cresceu no ritmo médio de 35% ao ano, batendo os 70% em 2014, e tem uma produção média de 12 mil peças anualmente. “Além de antecipar os desejos das nossas clientes, o maior desafio é crescer e aumentar a estrutura ao mesmo tempo. Até agora, estamos conseguindo.”

RENATA SARTI
SÓCIA DE LILLY NA MARCA, CURSOU ADMINISTRAÇÃO NA FAAP NO MESMO PERÍODO QUE A IRMÃ

“Ter feito faculdade ao mesmo tempo que a minha irmã foi um dos principais fatores para começarmos a marca. Sempre tive uma inquietude para ter meu próprio negócio e o tema empreendedorismo é recorrente nas aulas, então foi um casamento perfeito. Conhecemos muitas pessoas durante a época de FAAP que fizeram toda a diferença em nossa trajetória.”

BRUNO GANDRA
DONO DA PIMA COTTONS, COLEGA DE CURSO E PRIMEIRO FORNECEDOR DA MARCA

“Muitos amigos que fiz na FAAP se tornaram parceiros comerciais. Minha família sempre teve confecção e atendíamos grandes marcas, como Ricardo Almeida e Tufi Duek, e a Lilly sabia disso. Sempre demos apoio a pequenos negócios que tinham potencial para crescer e, por isso, nossa parceria foi tão importante. Ela cria peças de alta qualidade e muito bom gosto, que é o tipo de negócio do qual a nossa empresa quer participar.”

MANUELA ELIAS
COORDENADORA DE EVENTOS E AMIGA DO CURSO DE R.I., REALIZOU O PRIMEIRO LANÇAMENTO DA MARCA LILLY SARTI

“Desde o começo da faculdade, nos tornamos muito amigas e eu percebi de cara que a Lilly era uma artista. Eu estava começando no mercado de eventos e, com isso, juntamos os nossos dois sonhos, fazendo o lançamento da marca e o desfile, meu primeiro evento, na minha casa. Colocamos amigas para desfilar e foi um sucesso. Tenho muito orgulho da trajetória dela e da Renata.”