Fotógrafo Bob Wolfenson participa de conversa sobre sua carreira no MAB-FAAP

O Museu de Arte Brasileira da FAAP recebeu a visita do renomado fotógrafo brasileiro Bob Wolfenson, durante a exposição Retrato – território da
fotografia. Convidado para participar do projeto Conversas no MAB, que reúne artistas para bate-papos intimistas com o público, Bob falou sobre a sua
trajetória profissional e as principais obras ao longo da carreira. “Achava medíocre tudo que fazia, não acreditava em mim. Hoje, quando vejo as fotos dos anos 60 e 70, acho melhor do que as atuais”, revela. Consagrado como um dos grandes nomes da fotografia brasileira, Bob Wolfenson transita entre a publicidade e a arte, e é referência como fotógrafo de nu e de moda. “Preciso de todos os universos.Todos estão conectados e anexados um no outro”, diz.

Retrato feito por Bob da atriz Fernanda Montenegro

Uma de suas facetas mais reconhecidas é também a de retratista, tendo fotografado artistas como Fernanda Montenegro e Iggy Pop. “O retrato é um lado importante na minha carreira. Você nunca sabe o que vai acontecer na hora em que vai fotografar. O equipamento e o fotografado são constantes, mas o resto é variável. O retrato obedece a natureza dos encontros”, reflete.