As características do mundo contemporâneo levantaram profundos questionamentos sobre a formação dos alunos. Assim, diferentes esferas da sociedade passaram a discutir
e debater quais habilidades e competências serão necessárias para os futuros profissionais em um mercado de trabalho em que as profissões “nascem”, “morrem” e se modificam constantemente.

Este cenário tornou imperativo inovações e ajustes, tanto nas metodologias e técnicas de aprendizagem praticadas, quanto nos conteúdos de ensino, que deverão deixar cada vez
mais as especificidades, tornando-se multidisciplinares e flexíveis.

A busca será por profissionais que possuam um domínio de conhecimentos que lhes permita ir além de sua área de formação específica, como com competências comportamentais para enfrentar os desafios das mudanças pelas quais passam os mais variados campos de atuação profissional na atualidade.

Para saber mais, leia aqui.