FAAP promove debate sobre política de drogas e recebe FHC, Dráuzio Varella e Ilona Szabó

Com a plateia do teatro FAAP lotada, a Fundação recebeu o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o médico Dráuzio Varella e a cientista política e diretora do centro de pesquisa Instituto Igarapé Ilona Szabó para o lançamento de seu livro Drogas: as histórias que não te contaram, escrito em parceria com a jornalista Isabel Clemente. Antes da noite de autógrafos, os convidados realizaram um debate sobre a política de drogas no Brasil, resultado de uma parceria entre a FAAP, a Editora Zahar, a revista Época e o Instituto Igarapé. “A conversa sobre como podemos encontrar novos meios para diminuir os malefícios da proibição das drogas tem que ser aberta. É um sistema que não funciona, traz sofrimento para quem é usuário e para quem não é”, explicou Ilona, referência em políticas de drogas e segurança pública. Para ela, estar na FAAP para debater um tema como este é muito importante. “O envolvimento do meio acadêmico é fundamental para que se possa pensar em soluções baseadas na realidade”, disse. “Trazer para a FAAP esse debate sobre drogas é cumprir com o que acreditamos ser o ideal mais alto da Educação: a formação da cidadania aliada à formação profissional. Isso permite aos nossos alunos compreender o mundo que os cerca e desenvolver um pensamento verdadeiramente livre, crítico e autônomo”, afirma Edilamar Galvão, professora do curso de Comunicação e Marketing e do curso de Artes Visuais.

Da esq. para a dir., o jornalista e mediador do debate João Gabriel de Lima, da revista Época, Fernando Henrique Cardoso, Ilona Szabó e Dráuzio Varella

Responsável pelo prefácio do livro, o médico Dráuzio Varella acredita que a situação carcerária brasileira seria menos preocupante se a lei antidrogas fosse revista. “Temos 622 mil presos hoje no país. Dessa maneira a prisão acaba fomentando o crime”, disse. Fernando Henrique Cardoso explica o ponto: “A lei não é precisa sobre a posse de drogas que diferencia o usuário do traficante. A polícia sempre vai dizer que é tráfico, por isso nossa população carcerária cresceu 700%”.

O livro Drogas: as histórias que não te contaram

Para Ilona, a discussão que acontece hoje é ideológica, o que não permite que as mudanças avancem. “É preciso ter coragem para trazer esse tema para as políticas públicas. Que tudo que está sendo discutido sirva como uma mola propulsora dessa mudança.”

A plateia lotada do teatro FAAP durante a discussão sobre política de drogas

LUGAR PERFEITO
A autora Ilona Szabó conta por que escolheu a FAAP para realizar o evento

“Não consigo pensar em melhor lugar melhor que a FAAP para ter realizado esse debate. Contei com o engajamento e a compreensão com o assunto, e com o comprometimento e o interesse dos alunos, professores e coordenadores. Eles possibilitaram não só o debate com Fernando Henrique e Dráuzio Varella, mas também as entrevistas e a noite de autógrafos do livro. Foi muito acolhedor e especial. É uma grande felicidade que o evento tenha sido tão bem-sucedido e impactante e que esteja ajudando a plantar uma semente sobre uma discussão difícil, mas necessária para nosso país.”