Michael veio dos EUA. Flávia foi para o Canadá

MICHAEL GOLD

Idade: 36 anos

Cidade e país de origem: Los Angeles, EUA

Começou o intercâmbio em: julho de 2015

Data de retorno ao seu país: dezembro de 2015

Curso que faz na universidade de origem: Análise e Projeto de Meio Ambiente, na University of Califórnia, Irvine

Curso que faz no intercâmbio: Português para Estrangeiros

 

1. Por que você escolheu esse destino?

Já tinha visitado o Brasil seis vezes antes de finalmente decidir estudar no país. Uma amiga inglesa que é tradutora, e que tinha feito o curso de Português para Estrangeiros na FAAP, me recomendou e eu fiz a matrícula. Sempre gostei do clima e de como os brasileiros são abertos para receber quem vem de fora.

2. Do que mais gostou no intercâmbio?

Em São Paulo, você sempre tem algo para fazer e, por isso, acaba conhecendo pessoas diferentes o tempo todo. Isso é muito legal. E no campus da FAAP é a mesma coisa. A faculdade reúne no mesmo espaço cursos de várias áreas, que tratam de assuntos diversos. Essa convivência é muito interessante para um intercambista.

3. O que mudou em você com essa experiência?

Aprender português me deu a oportunidade de conversar melhor com meus sogros, que são brasileiros, e de entender mais profundamente a cultura de um país que adoro. Sinto que no Brasil o conceito de liberdade é muito mais forte do que nos Estados Unidos. Acho que hoje tenho um jeito mais leve de encarar as coisas.

FLÁVIA ZERBINATO

Idade: 23 anos

Cidade e país de destino: Sudbury, Canadá

Começou o intercâmbio em: agosto de 2014

Data de retorno ao seu país: maio de 2015

Curso que fazia na FAAP: Cinema

Curso que fez no intercâmbio: Comunicação, na Laurentian University

1. Por que você escolheu esse destino?

O Canadá não foi a minha primeira opção. Queria estudar na Espanha ou na Inglaterra. Mas foi bom ter ficado imersa em uma cultura tão diferente da brasileira e ter conhecido uma realidade fora da Europa. O fato da universidade ser bilíngue [inglês e francês] também pesou na escolha. Hoje, moro em Madri e trabalho em uma agência de comunicação criativa.

2. Do que mais gostou no intercâmbio?

A possibilidade de construir um grupo de amigos forte e de várias culturas e países. Quebrei muitos preconceitos. Além disso, também foi interessante viver em uma cidade bucólica – Sudbury é isolada e fica no meio de uma reserva ambiental.

3. O que mudou em você com essa experiência?

Fui para o Canadá assim que me formei em Cinema. Como não tinha nenhuma matéria obrigatória para cumprir, pude experimentar vários cursos e testar minhas habilidades e meus gostos. Fiz aulas de jornalismo, de fotojornalismo, R.I., política na comunicação, assessoria de imprensa e muitas outras. Essa experiência foi decisiva na minha carreira, porque descobri que era pelo caminho das relações públicas, especialmente de arte, que eu queria seguir.

 

Programa de Intercâmbio

A FAAP tem convênio com mais de 380 instituições de ensino pelo mundo. São 50 destinos, entre eles: Alemanha, França, EUA, China e Japão. A cada ano, a Fundação envia e recebe alunos interessados em ter experiência de aprendizado internacional.
Saiba mais: faap.br/internacionalizacao