Tommaso veio da Itália. Isabela foi para os EUA

TOMMASO MARINELLI – São Paulo

Idade: 23 anos
Cidade e país de origem: Milão, Itália
Começou o intercâmbio em: julho de 2016
Data de retorno ao seu país: dezembro de 2016
Curso que faz na universidade de origem: Engenharia, Politecnico di Milano
Curso que faz na FAAP: Engenharia de Produção

1. Por que decidiu fazer intercâmbio?
Sempre quis ter uma experiência multicultural e multiétnica, e achei que morar em São Paulo seria uma boa chance para isso. Lidar com pessoas é uma das funções do engenheiro de produção, por isso é importante ter contato com gente de diferentes vivências. Mesmo a cidade sendo muito voltada para as relações de trabalho, me surpreendi com como os brasileiros são solícitos e gentis. O trunfo da cidade é a sua mentalidade muito aberta.

2. Quais são as diferenças entre a FAAP e a outra universidade?
A FAAP é muito diferente da minha universidade. Estava acostumado a ter aulas com mais pessoas – muitas vezes, a sala tinha até 400 alunos. Isso não era produtivo. O que gosto aqui é que as classes são reduzidas e existe proximidade com o professor. É muito enriquecedora a troca de experiências. Também acho legal como as disciplinas são mais focadas. Em Milão, as matérias sempre trazem situações do macro e fica difícil se aprofundar.

3. Culturalmente, o que mais te marcou?
Adoro ir ao Ibirapuera, gosto da ideia de ter um parque enorme no coração da cidade. Acho bonito o contraste entre os prédios e a natureza. E a culinária brasileira é incrível. Estou provando tudo que posso. Gostei muito de pastel, feijoada, coxinha e até aprendi a fazer caipirinha. O melhor de tudo são as frutas, especialmente o açaí. Conheci o bairro italiano, o Bixiga, mas não provei nada. Deixa a comida italiana para quando voltar.

ISABELA SERRA – Kearney, Nebraska

Arquivo Pessoal

Idade: 17 anos
Cidade e país de destino: Kearney, Estados Unidos
Começou o intercâmbio em: julho de 2016
Data de retorno ao seu país: agosto de 2016
Curso que faz na FAAP: 3º ano do Ensino Médio
Curso que fez no intercâmbio: Global Leaders Scholarship Program, na University of Nebraska at Kearney (UNK)

1. Por que decidiu fazer intercâmbio?
A University of Nebraska at Kearney (UNK) é parceira da FAAP e tem um programa chamado Global Leaders Scholarship Program, que seleciona estudantes do Ensino Médio do mundo todo para estudar um mês nos Estados Unidos. Tenho o sonho de fazer faculdade fora do país e não quis deixar passar a oportunidade. Uma das coisas que ressaltei no processo seletivo foi de poder investir no networking, pensando bastante no lado profissional e acadêmico. Isso vai me abrir portas mais para frente.

2. Quais são as diferenças entre a FAAP e a outra universidade?
Vi mais semelhanças do que diferenças. Assim como a FAAP, lá os alunos do colégio têm contato direto com a universidade. Isso ajuda muito na escolha profissional, porque desde cedo temos contatos com disciplinas da faculdade e conseguimos saber se a carreira combina com a gente. Além disso, lá também tem sempre alguma coisa acontecendo, como palestras, debates e exposições.

3. Culturalmente, o que mais te marcou?
Estamos acostumados com a cultura americana, então nesse sentido nada me chamou a atenção. Mas como o programa de que participei trouxe estudantes de várias partes do mundo, teve uma troca muito grande entres todos. Fiquei amiga de uma menina dos Emirados Árabes, que tem realidade e costumes completamente diferente dos meus. Fomos colegas de quarto e compartilhamos ideias e valores.

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO

A FAAP tem convênio com mais de 380 instituições de ensino pelo mundo. São 50 destinos, entre eles: Alemanha, França, EUA, China e Japão. A cada ano, a Fundação envia e recebe alunos interessados em ter experiência de aprendizado internacional.

SAIBA MAIS: FAAP.BR/INTERNACIONALIZACAO