Se negociar é uma forma de comunicação com objetivo de chegar a um acordo satisfatório para as partes, como chegar a isso?

Você já percebeu que negocia o tempo todo? Negociamos com os amigos, no trabalho, em casa e com nós mesmos. Se negociar é uma forma de comunicação com objetivo de chegar a um acordo satisfatório para as partes, como chegar a isso, como chegar ao sim? Nesse sentido, William Ury, especialista no tema, nos desafia a uma reflexão: como conseguir o que realmente queremos e, ao mesmo tempo, lidar com as necessidades de outras pessoas em nossa vida? Para Ury, há seis passos: o autoconhecimento (o que você realmente quer?), assumir a responsabilidade (assumir a própria vida e superar o jogo da culpa recuperando o poder de mudar a situação para melhor), reenquadrar seu panorama (ser capaz de conferir uma interpretação diferente a cada situação), manter-se no presente (aceitação, persistência e paciência para aceitar o passado e confiar no futuro), respeitar os outros (inclusão) e saber dar e receber (ganha-ganha). Negociar é uma arte que se aprende. Essas são as diretrizes do Clube de Negociação da FAAP, projeto multidisciplinar sobre o tema, voltado para os alunos.

Juliana Cibim é professora do curso de Direito e do curso de Relações Internacionais