Projeto do curso de arquitetura une melhoria urbana com voluntariado em comunidade de São Paulo

Ao lado do luxuoso shopping Cidade Jardim está a comunidade Jardim Panorama. Foi lá que alunos das três turmas do 5o semestre de Arquitetura e Urbanismo da FAAP passaram um dia todo, acompanhados de professores, com o objetivo de coletar dados para desenvolver projetos de melhoria urbana para seus moradores. “O desafio dos alunos foi estudar meios para levar mais qualidade de moradia para essa região carente e criar alternativas de acesso para seus moradores”, explica o professor Marcus Vinícius Damon. Para dar maior relevância a essa visita ao Jardim Panorama, o FAAP Social organizou uma série de atividades de voluntariado junto à comunidade, das quais puderam participar alunos de todos os cursos da Fundação (saiba mais na pág. 66). “Incentivamos muito essa combinação de atividades acadêmicas com iniciativas sociais. Isso traz um ganho para o aluno em vários sentidos e também para as comunidades, que são beneficiadas de alguma maneira. Esse é o nosso objetivo, fazer ações em que todos ganhem”, afirma Andrea Sendulsky, coordenadora do FAAP Social.

Gincana recreativa para crianças no Jardim Panorama, organizada pela associação Amap em conjunto com a FAAP, durante visita de alunos da Fundação à comunidade

“Compartilhar na comunidade. Esse foi o tema que permeou todas as discussões com os alunos. Por isso fomos ao Jardim Panorama desenvolver um trabalho acadêmico e também social. Isso é muito importante: formar cidadãos conscientes e arquitetos com um olhar social”

MARCOS COSTA, coordenador do curso de Arquitetura

“Conhecemos uma realidade com a qual não estamos acostumados. Isso foi essencial para que a gente pudesse desenvolver projetos que tivessem, de fato, um impacto positivo na vida deles. O trabalho voluntário também foi legal. Participei da gincana com as crianças e, ao fazer esse trabalho, vi como é importante estarmos conectados com todos”

KAIQUE ALVES CONCEIÇÃO, 20 ANOS, ALUNO DO 5º SEMESTRE DE ARQUITETURA E URBANISMO

“A atuação da FAAP e dos alunos na comunidade trouxe muitos ganhos. Levantou a estima dos moradores. Viram que há pessoas se preocupando com eles e pensando em formas de melhorar a vida e o bem-estar. Isso renova a esperança”

SHEILA CUNHA, PRESIDENTE DA AMAP, ASSOCIAÇÃO QUE ATUA EM COMUNIDADES COMO JARDIM PANORAMA

Oficina de máscaras de papel no campus de São Paulo, promovida pelo FAAP Social e organizada pelo professor Roberto Fialho

VOLUNTARIADO LÁ

Com a ajuda da Amap, associação que atua no Jardim Panorama, do FAAP Social e do núcleo de voluntariado da Fundação, foram organizadas três atividades para promover o bem-estar na comunidade durante a visita. Cerca de 50 alunos de diversos cursos se engajaram nas gincanas recreativas para crianças, na oficina de compostagem, como forma de incentivar a redução de lixo e seu uso como adubo, e auxiliaram o atendimento de profissionais de saúde que estavam na comunidade naquele dia para atendimentos básicos.

Oficina de máscaras de papel no campus de São Paulo, promovida pelo FAAP Social e organizada pelo professor Roberto Fialho

OFICINA CÁ

Como forma de manter o contato com a comunidade e estreitar laços, o FAAP Social trouxe posteriormente para o campus um grupo de adolescentes do Jardim Panorama para participar de uma oficina de máscaras e ter contato com o universo das artes, design e arquitetura. Organizada pelo professor Roberto Fialho, a oficina promoveu a confecção de máscaras de papel, a partir de desenhos do artista Steve Wintercroft. Foram feitos cinco tipos de máscaras que partiam da estilização de animais.